Tsurus Pela Paz

Escreverei paz em suas asas e você voará o mundo inteiro • Sadako Sasaki

depois de muito tempo…

Desculpem a ausência, o trabalho me pegou de jeito e me ausentei um pouco, mas por um lado foi bom pois aconteceu bastante coisa:

  • Recebi vários tsurus pelo correio
  • Outros tantos foram entregues na porta de minha casa
  • Mais matérias no Jornal
  • Uma entrevista em uma rede de tv local
  • E também recebi um cd/dvd de um músico santista que fez um dvd em homenagem a garotinha Sadako Sasaki, feito há muito tempo, e agora como soube desta corrente resolveu me entregar e devo enviar uma copia para lá.

Chegamos praticamente aos  2000 Tsurus. Temos 1984 e vou parar por aqui. Agora inicio a próxima etapa: juntar todos, encontrar um brasileiro que more em Hiroshima (se alguém conhecer, me avise) para que esta pessoa receba os nossos tsurus e faça um registro da chegada e colocação no monumento.

Agradeço de coração a todos que participaram e, se vcs toparem, faremos de novo o ano que vem! Vamos fazer desta campanha um marco anual de bons pensamentos, energias, paz etc. O que acham?

Bem é isso. Beijos e continuamos em contato. Continuarei escrevendo aqui. Quem quiser ser informado de atualizações é so me enviar um mail.

Mais um presente…

…recebido hoje. Uma crônica escrita por um professor do curso de multimídia (curso que dou aulas e coordeno). Um professor que até então poderia chamar de colega, colega de trabalho, não que não pudesse chamar de amigo, mas é que vejo pouco, converso pouco, comecei a ver e falar mais com ele a partir deste ano quando entrou para o grupo de professores do curso. Bem, como disse, ganhei de presente uma crônica, escrita por ele. Íncrivel como mesmo com pouco contato, poucas palavras, uma pessoa pode conhecer tanto a gente. O Marcão, assim que o chamamos, conseguiu colocar naquelas linhas, sentimentos e um olhar tão exato de como vejo as coisas e como sinto estes Tsurus que até me assustei. Assustei para o lado bom. Bom saber que algumas pessoas percebem como somos de verdade sem que precisemos dizer aos quatro ventos quem somos ou o que pensamos realmente. A Márcia que ele descreve lá sou eu mesma de corpo e principalmente de alma. Coisa própria, comum de amigos, obrigada Marcão. Seu Tsuru irá em forma de crônica que mandarei para lá juntos com todos que recebi.

Compartilho com vocês este presente, esta crônica, deste amigo! Leia aqui a crônica Um Origami para a Cantora de Marcus Vinicius Batista, o Marcão.

Surpresa

Hoje quando acordei e abri meus e-mails, tive uma grata surpresa: uma mensagem da professora Carmem Alice de uma escola do Guarujá, contando sobre a emoção e repercussão da idéia dos mil tsurus pela paz. É bom saber que ainda existem pessoas que acreditam nas boas ações, intenções e melhor ainda quando passam esse pensamento para as nossas crianças. Divido com vocês o mail que ela me mandou, porque não é só para mim, mas para todos nós que fazemos parte desta corrente. Para lerem seu mail cliquem aqui ou entrem no link Mensagem dos Participantes na coluna da esquerda onde aparece o nome de sua escola E.E.Prof. Renê Rodrigues de Moraes do Guarujá.

Obrigada Carmem

para os 100 anos

doce é o sonho
refletido nas águas
do vento rosa

um haicai para os 100 anos, para meu avô Yuchi Okida e bisavós, para toda a colônia japonesa que trouxe com a simplicidade das cerejeiras rosas em flor, sonhos, desejos, esperanças de uma nova vida, um novo caminho refletido nas águas que eram rasgadas pelo kasato maru em 1908 e outros tantos marus que vieram depois, como com meus bisavós no kanagawa maru em 1912

Matéria na Tv

Primeiro queria agradecer a todos que estão participando e, tenho certeza, que até passaremos a nossa meta de 1000 Tsurus. Ontem saiu uma matéria na Tv que ficou bem legal com a participação de algumas pessoas que também fazem parte desta nossa corrente. Para quem não pôde ver ontem, acessem aqui no site da Tv Tribuna

beijos e não esqueçam de enviar suas mensagens para que eu coloque aqui em nosso blog

Quer aprender a fazer?

Na página Como fazer um Tsuru… selecionei dois vídeos que explicam muito bem como fazer um no método tradiocnal e outro em um método mais fácil acompanhado de áudio.

O que é Tsurus pela Paz

Tsurus pela Paz pode ser muita coisa ou uma. Pode ser algo complicado ou simples.

Pode ser muita coisa: por ter relação com as minhas origens – Hiroshima, meu avô Yuchi Okida veio de lá, falo mais sobre isso aqui, e seria uma homenagem a ele é uma homenagem ao Centenário da Imigração Japonesa • 3º . porque acredito que devemos resgatar nossos costumes, folclore • 4º . porque nunca devemos esquecer nossas origens, de onde viemos, quem somos • porque gosto de arte, cultura, origami.

Pode ser apenas uma: porque eu acredito na Paz, nos sentimentos positivos que somos capazes de alcançar e transmitir com nossos pensamentos.

Pode ser complicado porque muita gente acha difícil dobrar um Tsuru, mais complicado ainda fazer 1000 e mais ainda fazer com que eles cheguem ao Memorial da Paz em Hiroshima.

Mas é simples porque depende apenas da sua boa vontade e de seus pensamentos positivo.

É uma iniciativa simples que muitos podem dizer “Isso de nada vai adiantar” mas eu acredito que se nós sempre reservarmos um tempo para mentalizar a paz, os bons sentimentos o mundo pode sim melhorar. Depende de cada um de nós. E você pode começar criando o hábito de, ao dobrar uma simples folha de papel, meditar e colocar em cada dobra, cada vinco os melhores sentimentos que possue em seu coração e sua alma.

Faça isso e mande pelo menos 1 para mim para que eu junte aos tantos outros que tenho recebido. Dobre um outro e dê para alguém que ame… um gesto simples mas repleto de boas energias. Quer saber como dobrar? me escreva ou se vc tiver orkut acesse aqui:

Um grande beijo, muita paz e boas energias… Márcia Okida